Válvula Termostática – Superaquecimento, Falhas de Motor e Alto Consumo de Combustível

A válvula termostática é um regulador de fluxo acionado por temperatura ou eletrônicamente, ou seja, quando o liquido quente atinge a temperatura X, a válvula libera o fluxo do liquido que passa a realizar uma troca térmica com o motor, evitando assim o seu super aquecimento. Agora, pior do que super aquecimento, é a super refrigeração! A muito se sabe que as partes mecânicas tem uma maior durabilidade à uma temperatura próxima de 100 graus e por isso as medidas de construção desses componentes são menores levando em conta a dilatação natural dos materiais. Agora imagine o que vai acontecer com um motor a 6 mil rotações, que não atingiu a temperatura de trabalho programada pelo desenvolvedor do motor? Se a engenharia não colocasse uma válvula termostática no sistema de refrigeração, o vento por si só  já refrigeraria o liquido do sistema e esse motor esfriaria, causando assim um dano grave as partes mecânicas, devido a folgas e ainda promoveria o alto consumo de combustível, pois motor frio consome mais combustível e isso é um fato conhecido ainda da era dos motores carburados. O módulo de controle de temperatura dos veículos modernos faz de tudo para que o motor chegue a sua temperatura ideal de trabalho o mais rápido possível, adotando procedimento eletrônicos como alteração no avanço de ignição, tempo de injeção e muito mais, e a ausência dá válvula termostática prejudica todo esse processo.

Existem sistemas que possuem uma válvula de função dupla, que quando fechada permitem o fluxo do liquido interno ao motor, e quando aberta, inibe o fluxo rotativo interno,direcionando agora o liquido 100% ao radiador. Mas quando a válvula é removida, acontece um fluxo duplo, ou seja, uma parte flui no próprio motor e que não recebe refrigeração e outra parte segue para o radiador para a troca térmica. Sendo assim, fica claro que a remoção da válvula causou uma complicação e uma má refrigeração do motor.

Mas, tudo pode piorar 🙁

Alguns sensores de temperatura do liquido ficam montados junto a válvula, e se o fluxo não for correto, ou seja, se o liquido não for corretamente direcionado ao sensor, à temperatura do motor pode não ser informada corretamente para o módulo de injeção, e essa informação errada pode impedir que o módulo envie a ordem para o  acionamento correto do eletro ventilador do radiador, causando assim o temido super aquecimento ou outros sintomas desagradáveis.

Mas, calma, pois dá para piorar mais 🙁

Imagine então que o fluxo alterado por falta da válvula, acabou por gerar uma corrente super aquecida junto ao sensor, e que agora o eletro ventilador não desliga mais, ou seja, que depois que o motor aquece, o eletro ventilador dispara e não desliga mais, e pior, quando o veículo anda, a temperatura continua a subir, mesmo com o eletro ventilador disparado!

Esse vai e vem de liga ou dispara é uma ocorrência bastante comum nos motores Ford Zetec Rocan, quando ocorre a remoção inadvertida da válvula, mas pode acontecer também com o carro que você tem na garagem, fique esperto!

Vamos piorar?

Mas, tudo pode piorar 🙁

Alguns sensores de temperatura do liquido ficam montados junto a válvula, e se o fluxo não for correto, ou seja, se o liquido não for corretamente direcionado ao sensor, à temperatura do motor pode não ser informada corretamente para o módulo de injeção, e essa informação errada pode impedir que o módulo envie a ordem para o  acionamento correto do eletro ventilador do radiador, causando assim o temido super aquecimento ou outros sintomas desagradáveis.

Leave A Comment